21/06/2013 - Adoção de cloud por PMEs vai dobrar em 3 anos no Brasil.


Em todo o mundo, o número de pequenas e médias empresas (PMEs) que utiliza pelo menos um serviço pago na nuvem deverá triplicar nos próximos três anos e dobrar no Brasil. É o que indica estudo realizado pela Microsoft em parceria com a Edge Strategies, companhia de pesquisas.

O levantamento, intitulado Microsoft SMB Business in the Cloud 2012, ouviu decisores do mercado de TI de mais de 3 mil empresas de pequeno e médio portes, em 13 países incluindo o Brasil, e identificou que o apetite das PMEs para a nuvem está crescendo à medida que elas adotam cada vez mais dispositivos e serviços, enquanto suas preocupações sobre a nuvem diminuem.

Segurança, aponta o relatório, é uma prioridade, mas não é a principal preocupação. Das empresas brasileiras 23% acreditam que seus dados estão menos seguros na nuvem do que se estivessem em seus computadores. No mundo, esse número é de 20%. Trinta e sete por cento das empresas PMEs consideram que os dados estão tão seguros na nuvem quanto nos seus sistemas instalados.

Apesar das incertezas econômicas globais, 53% das pequenas e médias empresas do mundo e 68% das PMEs nacionais que usam serviços em nuvem esperam crescer em vendas nos próximos 12 a 18 meses, sendo que a maioria delas acredita que a tecnologia vai acelerar seu crescimento.

Entre os benefícios apontados pelas empresas em solo nacional estão mais produtividade (55%), redução de custo (54%) e mais flexibilidade (49%). E-mail é o serviço mais usado na nuvem, por 27% das companhias, saltando para 63% em dois a três anos. Em segundo lugar está backup online, com 15% atualmente, crescendo para 41%.

A pesquisa descobriu que no Brasil, das 250 empresas entrevistadas, 33% são usuárias de nuvem e 45% afirmaram que devem contratar o modelo nos próximos dois ou três anos. “Já passou o tempo em que as grandes corporações eram as únicas a possuir serviços de TI de última geração”, diz Victor Baez, gerente de pequenas e médias empresas e canais da Microsoft Brasil.

Segundo ele, a nuvem coloca as pequenas e médias empresas em pé de igualdade em termos de estrutura tecnológica, ajudando-as a competir em um ambiente de negócios com rápidas mudanças. A pesquisa indica que 62% das empresas entrevistadas que utilizam os serviços em nuvem relatam benefícios significativos de produtividade em TI.
idgnow.uol.com.br - http://goo.gl/5s8X5